sábado, 14 de maio de 2011

"Jesus Cristo, Jesus Cristo, vou ficar aqui..."




Quando dizemos em entrevistas que queremos, de todo o modo, terminar este blog, ninguém acredita. Mas é verdade. Fazemos muita força para que isso ocorra, mas sempre que damos uma piscadela eis que surge uma notícia bombástica, impressionante, incapaz de passar despercebida.


Foi assim que numa dessas tardes inóspitas nos deparamos com o projeto “Emoções em Jerusalém”. De acara, tão próximo da morte do Bin Laden, você já pensa que vem aí um grande congresso da Al Qaeda para eleger um novo líder; ou, mais otimista, imagina um amistoso de Hugby entre Israel e Palestina na faixa de Gaza... mas não! Trata-se do Rei, Roberto Carlos, que se aliou à Tia Tânia e estendeu seus cruzeiros musicais a plagas mais distantes, agora de avião e com roteiros por pontos turísticos. Nós assistimos todos os anos a um especial do rei na Globo, em nossas casas, HD Resolution, então, por que raios de merda eu vou pro oriente médio, assistir o mesmo repertório e ainda correr o risco de ser explodido por um carro bomba?



Para quem ta a fim de arriscar a vida pra ouvir uma nova versão de “mulher gordinha”, já saiu a lista de convidados e os destaques ficam por conta dos nomes de Arafat Carlos, do grupo de samba fundamentalista Demônios da Palestina, que devem cantar seu sucesso “Trem bomba das onze” e da revelação musical do oriente médio Justin Hitler.


Mas os críticos do New York times já decretaram: “Emoção mesmo, só se o HAMAS chegar de surpresa... aí não vai faltar gás!” (John Mc Cain)



Boa Sorte rei!

3 comentários:

  1. Acho PRECONCEITO desse blog que sobrevive por aparelhos acreditar que as mães de terroristas não tem "emoções" no coração. Elas querem mais que sangue vermelho, querem as rosas do Rei.

    ResponderExcluir
  2. Rosas de Hiroshima???? hauhushuahusahusausua

    ResponderExcluir
  3. Nem que sejam essas!

    ResponderExcluir